Empresa busca o Sucesso com Excelência em Serviços

A empresa Jones Lang LaSalle é uma das mais bem sucedidas empresas de serviços do mundo. Mesmo em tempos de crise mantém-se firme em sua estratégia de investir na Evolução Profissional de seus colaboradores como fator de diferenciação no mercado. E é por isso que continua a prosperar e a elevar o nível de qualidade dos serviços que oferece a cada um de seus clientes todos os dias.

Entre as provas concretas desta postura empresarial de sucesso é um projeto especial que uma de suas principais unidades de negócios vem desenvolvendo. Está transformando seus gestores em Líderes Multiplicadores da Excelência em Serviços, consolidando a cultura de Foco no Cliente para melhorar o atendimento e a produtividade em suas operações.

Inteligentemente, não limitou o alcance do projeto apenas aos seus funcionários, mas está envolvendo também seus fornecedores e parceiros de negócios, pois a empresa sabe que todos fazem parte da construção de valor para os clientes.

A indiferença é o pior problema!

Todos os dias, milhões de clientes são lesados por serviços de péssima qualidade.

E o que são serviços de péssima qualidade?

Entregas são serviços. Então temos:

Entregas erradas, entregas atrasadas, entregas nunca feitas…

Vendas são serviços. Então temos:

Vendas mal feitas, “empurrando” produtos e serviços que não resolvem os problemas dos clientes ou que não atendem às necessidades reais dos clientes. E todos sabemos que quando o produto ou serviço não resolve os problemas reais ou não atende às necessidades reais dos clientes, pode-se dar aquele desconto super hiper mega especial… que continua saindo muito caro para o cliente. Hoje ninguém tem tempo de ficar “tomando ônibus errado”, independente do desconto na “passagem”.

O famoso SAC é um serviço. Então temos:

Pessoal mal contratado, mal treinado e mal tratado pelas empresas, que são incapazes de resolver os problemas dos clientes ou de fornecer informações precisas e muito menos de compreender a situação de cada cliente como um ser humano que deve ser respeitado e valorizado.

Sistemas automatizados de atendimento, impessoais, que submetem os clientes ao ritual degradante de ficar pressionando dezenas de botões na tentativa de conseguir falar com um outro ser humano do outro lado da linha… apenas para descobrir, decepcionado, que o tal ser humano com que conseguiu falar (depois de vários minutos apertando botões) está totalmente despreparado para ajudá-lo de verdade.

Mas, o pior de tudo isso, é ser tratado com indiferença e desconsideração. Ser enrolado, feito de bobo, ser tratado como um ninguém, que não tem valor.

Infelizmente é assim que muitos e muitos clientes são tratados todos os dias.

E como podemos reverter essa situação? Como podemos, como clientes, nos defender e inibir empresas e profissionais que têm a tendência ou o péssimo hábito de nos tratar com desrespeito e indiferença?

Vamos pensar sobre isso?

Comunicação Perceptiva

Você já percebeu quanta informação você pode perder se não perceber o quanto pode perder de informação se não exercitar a Comunicação Perceptiva?

Além do que as pessoas dizem em palavras há tudo o que elas “dizem” sem usar as palavras. 

O tom de voz pode acrescentar 38% a mais de informação.

E a linguagem corporal pode acrescentar 55% a mais de informação.

Ou seja, quanto você não se concentra na pessoa que está falando com você e não percebe as variações do tom de voz, os gestos e expressões dela, você pode estar perdendo 93% de informação importante, que poderia ajudar você a construir relacionamentos felizes, fazer uma venda bem sucedida ou prestar um bom atendimento ao cliente.

Então, da próxima vez que alguém vier falar com você, TIRE OS OLHOS DA TELA DO COMPUTADOR, PARE DE MEXER NOS PAPÉIS OU NO CELULAR e CONCENTRE-SE NA PESSOA DE VERDADE.

Praticando a COMUNICAÇÃO PERCEPTIVA, além de entender com muito mais rapidez e facilidade as outras pessoas, você terá muito mais sucesso na vida!

%d bloggers like this: